Subir
Loading...
» Pepitas Bíblicas:
24.10.08

Expiar ou Purificar?

LEVÍTICO 16:6 - DANIEL 8:14 - DEUTERONÓMIO 25:1

bible1  Durante os últimos 150 anos tem havido uma discussão muito forte em relação aos 2 primeiros versículos que encabeçam  este comentário.

  No primeiro momento, pseudo teólogos, que pretendiam impingir a doutrina de uma "purificação" a ser realizada no "Santuário Celestial" após 1844,  procuraram confundir os termos expiação e       purificação.

  Essas palavras surgem em Levítico 16:6 e em Daniel 8:14.

  Como a leitura do texto em português mostrava que  esses dois textos tinham significados bem diferentes , os teólogos de plantão passaram a dizer que em hebraico estava escrita a mesma palavra nos   dois textos e por isso expiar e purificar nas Bíblias em português significavam a mesma coisa. Eu ouvi essa afirmação durante anos.

Quem é que iria conferir? O pastor tinha dito, e palavra de pastor não se discute, aceita-se.

O Advento da internet facilitou a possibilidade de se verificar, em textos hebraicos, se essa afirmação era verdadeira e o que se  descobriu foi que além dos conceitos emitidos pelos textos serem completamente diferentes as palavras usadas também são diferentes e ficou claro que tais teólogos nada conheciam de hebraico ou usavam simplesmente de má fé.

Fiquei surpreso ultimamente quando um dos divulgadores da IASD não tendo como escapar da diferença entre as duas palavras procurou se apoiar numa bengala de bambu, trazendo para a discussão o texto de Deuteronómio 25:1 afirmando que tal texto reforçava a tese de que purificação em Daniel 8:14 é o mesmo que expiação em levítico 16:6.

Abaixo segue um comparativo dos textos em hebraico para a avaliação dos leitores.

 

 

Nem é necessário conhecer hebraico para ver que são duas palavras totalmente diferentes, mesmo sem nos preocuparmos com o aspecto conceptual dado pelo contexto já percebemos a diferença.

Como é fácil observar, a expiação de Levítico nada tem a ver com a purificação em Daniel.

Mas agindo de boa fé, bastaria ler as Bíblias em português, senão vejamos:

Na Revista e Actualizada:- Em levítico temos Expiar e em Daniel temos purificar.

Na Edição Contemporanea:- temos:- em Levítico Expiação e em Daniel temos Purificado.

Na NVI :- Em levítico temos propiciação e em Daniel temos reconsagrado.

Na Jerusalem temos:- Em levítico Expiação e em Daniel "será feita Justiça".

Na Bíblia hebraica: traduzida diretamente do hebraico para o português temos em Levítico Expiar e em Daniel 8:14 temos "só então vencerá o que é sagrado" - ( para quem não conhece essa Bíblia , ela está a venda em www.sefer.com.br )

Como vemos não é necessário conhecer o hebraico para saber a verdade!

O conceito de expiação é de que alguém paga, até com a própria vida , uma pena que deveria recair sobre o outro.

O conceito de purificar é muito simples e se refere a limpar alguma coisa que está suja ou foi profanada.

No Hebraico o conceito de tsadaka  se refere a executar uma boa acção ou uma acção meritória e justa, enquanto o conceito de Kaphar é muito claro e se refere a que alguém assume a pena imposta a outro.

Tive a oportunidade de conhecer um "interprete bíblico" que vendo-se acuado nessa situação de inverdade,  veio me apresentar Deuteronómio 25:1 como sendo uma constatação de que  Tsadaka numa situação de Juízo transforma-se em expiar.

Basta ler o texto em português para ver que Deuteronómio 25:1  está tratando de uma questão de direito, induzindo até uma questão de direito civil, em Deuteronómio 25:1 ninguém irá pagar por ninguém e ninguém iria morrer no lugar de outro.

Ai está, se for o caso voltaremos a estudar a questão.

 

Eloy Arraes Vargas

: Lista de Comentários :

: solidariedade :

The Breast Cancer Site