Subir
Loading...
» Pepitas Bíblicas:
14.7.07

Até logo meu irmão

...Porquanto és pó, e em pó te tornarás. - Gén. 3:19

Foi com muitíssima tristeza que numa manhã ensolarada, bem cedo o meu telemóvel tocou com alguma insistência enquanto tomava o meu banho. Depois de consultar o visor e me ter apercebido a proveniência das chamadas, as minhas pernas fraquejaram, porque estava certo de que ao ouvir a voz, que ansiosamente insistiu em chamar-me, as notícias não seriam as melhores, o que veio acontecer...

Durante algum tempo, a minha mente, como que num turbilhão de emoções, era incapaz de reagir a tão trágica notícia, transmitida por uma voz embargada pela emoção, - João o Armindo morreu esta noite enquanto dormia...
Quando finalmente as minhas emoções serenaram, os meu pensamentos foram transportados para um passado recente, vivido com este meu irmão em Cristo, como que recusando-se a aceitar tão trágica notícia.

Hoje, transcorrido que está «o tempo» que pensei necessitar, para com alguma tranquilidade e lucidez escrever estas linhas em testemunho de alguém, por quem nutria uma enorme amizade e carinho, constatei que afinal, as emoções, traduziadas em lágrimas, deslizavam suavemente pelo meu rosto, à medida que os pensamentos fluíam....
A nossa amizade foi consequência de um acaso que tinha sido organizado, estou certo disso, pelo nosso Paizinho que zela por cada um de nós.
Não sei porque fui eu o escolhido, mas mal sabia eu, que este encontro nunca mais seria apenas mais um, como tantos outros, que se cruzam nas nossas vidas e que se desvanecem no tempo.

A nossa amizade foi mediada pela Paula, mãe dos seus filhos, que algum tempo antes me tinha conhecido e que me incubiu de conversar sobre Deus, com este meu irmão, que na altura vivia num oceano de dúvidas e contradições sobre muitos aspectos da sua vida.

Mal sabia eu, que estas conversas iriam ser emocionalmemente tão intensas e violentas que só a grandeza de uma amizade pura e descompremetida que entretanto se criara entre nós, soube ultrapassar sem rancores.

Mesmo a decisão de entrar nas águas baptismais foi original e refletiu aquilo que lhe ía na alma.
Depois de muitas indecisões, para surpresa de todos, falou-me à parte, minutos antes do início da cerimónia e com o Pastor Paulo Neves, deu-nos a conhecer a sua decisão de se juntar a Cristo aceitando-o como seu Salvador.

Durante a sua luta contra «a doença» que assola os tempos modernos, a sua única preocupação era o medo de perder a dignidade e ser um estorvo para todos aqueles que o rodeavam.
Disse-lhe que depositasse mais uma vez a sua angústia nos braços de Jesus na certeza de que Ele não iria permitir que tal acontecesse...

No dia 27 de Junho durante o sono, Jesus decidiu chamá-lo, oferecendo-lhe um sono suave e tranquilo, até à Sua vinda .

Quis o destino, se assim podemos chamar, que esta data nunca mais será a mesma para mim, porque quando desejar os parabéns ao meu pai, vou lamentar a perda deste querido irmão.

Dois dias antes da sua morte, como que impelido por uma voz que sentia dentro de mim, devolvi-lhe por SMS, um texto Bíblico que acompanhava uma dedicatória de uma Bíblia por ele oferecido uns anos antes, - Viver é Cristo, morrer é lucro - Filip. 1:21 (Versão Português corrente)


Até logo meu irmão!






























Seu Nome :
Seu Email :
Assunto :
Menssagem :
Image (case-sensitive):

: Lista de Comentários :

: solidariedade :

The Breast Cancer Site